Publicado em Lendo e Escrevendo, Pensando e Escrevendo

Funil

Estava eu, em uma comunidade mega ativa do Orkut, chamada ‘Filosofia para não filósofos’. Eis que me deparo com essa metáfora linda:

“Você não é tão bom como um funil.

Como você, o funil procura receber mais do que dar.
Como você, o funil se apega àquilo que recebe, e só devolve para o mundo aos pouquinhos.
Como você, o funil está sempre aberto pra receber mais, não sabe fechar a boca, silenciar.

A diferença, que torna o funil superior, é que este nada retém. O funil demora mas devolve tudo ao Universo, saboreia por um tempo e depois deixa passar. E torna-se novamente apenas e tão somente o que é, um funil.
Já você… olha no que se tornou: um filtro.

(Stefani)”

Metáforas muito me atraem…

Publicado em Diário, Lendo e Escrevendo

Espaços Vazios


Existe algo preenchendo os espaços vazios dentro da totalidade do meu ser.
Existe algo curando as dores, fechando as feridas, apagando as cicatrizes.
A gente só vive se comida, água e ar entrarem pelos buracos.
A gente só vive se porcaria sair dos buracos.

Wagner Mangueira

 

(Agenda Tribo, dia 04/02/2011)

Publicado em Diário

Agenda da Tribo

Bom, no final do ano comprei a agenda da Tribo, que para mim é a melhor agenda que existe. Nem digo que é agenda, é um livro.
Em cada dia tem um poema e ou uma reflexão com imagens referente ao mesmo.

Vale muito a pena. Eu recomendo.

E sendo assim, colocarei aqui alguns poemas e ou reflexões tiradas de lá.

A capa da minha agenda é essa aqui:

Linda, né?!