Publicado em Diário, Escrevendo, Pensando e Escrevendo, Sentindo e Escrevendo

Tortura

Unawakened fleshO que me falta não me mata, apenas me tortura.
É como se arrancassem dedos que não tenho, e mesmo assim, ainda doer.

Eu me peço demais porque sou de menos? Ou por eu ser de menos, eu me peço demais?

Sim, eu me julgo.
Sim, eu não me perdoo.

Eu não me masturbo mais. Ando preferindo a tortura, que é o inverso da masturbação. E sinto falta de me dar prazer. Me presentear comigo mesma.
Mas ando me torturando tanto, que só resta sangue para me lubrificar.