Publicado em Diário, Escrevendo, Pensando e Escrevendo, Poema da Vez, Sentindo e Escrevendo

Auto Delinquência

tumblr_static_presaNa incerteza de um afeto, me submeti ao avesso do que nem de longe é o que almejo.
Falsidade ideológica de um sentimento deveria ser crime hediondo, mas nesse caso, a presidiária seria eu e não ele.

Meu desgosto me enoja, mas não consigo colocar para fora. Com o passar do tempo, vou me acostumando com o enjoo incessante e finjo que acredito que já passou.
Mas não passou.

Na minha auto delinquência, eu mesma me julguei e me dei liberdade condicional.
Me julguei mal.

Cometi o mesmo crime, mas dessa vez não me dei habeas corpus.
Sem qualquer possibilidade de fiança, me obriguei a lidar com minha própria delinquência.

Agora, só saio daqui liberta de mim mesma!

Publicado em Diário, Escrevendo, Pensando e Escrevendo, Sentindo e Escrevendo

Morte da Minha Ingenuidade Política

eleicoes-2014

Olha, por mais que eu não queira, a minha crença é que sim, a Dilma vai se reeleger. Por que?

Vamos lá.
No Brasil são 14 milhões de analfabetos absolutos e 35 milhões de analfabetos funcionais. Para você ter ideia, uma entre 4 pessoas são analfabetas funcionais no Brasil.

É de propósito. Já dizia Darcy Ribeiro:

A crise da educação no Brasil não é uma crise, é um projeto.

Não há dúvida nisso.

Como disse Jean Wyllys na entrevista do Rafucko:

Nós vivemos em um país com um número muito grande de pessoas semi-alfabetizadas, pessoas analfabetas e outros tantos analfabetos funcionais. Pessoas que não tem o contato diário com a leitura, não leem jornais, e nem leem jornais comparativamente, que dizer, mais de um jornal. Pessoas que não leem livros e que se informam basicamente pela televisão.

As pesquisas, que são mentirosas, dizem que Dilma está na frente. E vai ser nisso que a maior parte dos Brasileiros, que são ou analfabetos absolutos ou funcionais, vão acreditar.

Eu não vou votar nela, mas acho quase impossível ela não ganhar. E digo mais, acredito que ela já vai ganhar no primeiro turno.

É triste, eu sei. Mas com a educação brasileira indo cada vez mais pro ralo, não vejo muita esperança em qualquer tipo de mudança positiva para o Brasil por no mínimo 200 anos.

Como disse Paulo Freire:

Seria uma atitude muito ingênua esperar que as classes dominantes desenvolvessem uma forma de educação que permitisse às classes dominadas perceberem as injustiças sociais de forma crítica.

E minha ingenuidade política já morreu a muito tempo.