Publicado em Escrevendo, Pensando e Escrevendo, Sentindo e Escrevendo

Café Frio

café 2Aquela xícara de café quente já não é mais a mesma. Aquela doçura e calor se foram. Agora, o que ficou foi apenas aquele gosto frio e amargo.

Mas ela não queria café. Ela nem sabe porque pediu café. Ela pediu café? Ah! Ofereceram café e ela disse sim.
Mas ela nem gosta muito de café.

Passou um tempo sem voltar naquele lugar. Achou que a culpa do gosto frio e amargo incensante na boca era culpa do lugar, e não dela.
Depois de um tempo, sem se dar conta, ela retorna. Só percebeu no final quando, de novo, lhe ofereceram café.
Mas dessa vez ela negou. Pediu a conta e um pedaço da torna mousse de chocolate meio amargo.
Mas pediu para viagem (ela quer comer aos poucos).

Um comentário em “Café Frio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s