Publicado em Compartilhando, Diário, Escrevendo, Pensando e Escrevendo, Sentindo e Escrevendo, Vendo e Compartilhando, Vendo e Escrevendo

A Poesia NÃO é Um Talento

Hoje cedo, enquanto me arrumava para o estágio, deixei rolando a entrevista com Luana Piovani no programa A Máquina com Fabrício Carpinejar.

Quase no final na entrevista, Luana pergunta ao Fabrício como surgiu a poesia na vida dele, como ele descobriu o talento. A resposta dele me fez parar o que eu estava fazendo. Sentei e não apenas concordei com que foi dito, mas senti cada sílaba de cada palavra perfurar meu peito, e chorei.

Até o momento, é a melhor descrição que já ouvi sobre ser poético.  É triste, mas totalmente verídico.

Deixo aqui por escrito a resposta dele, e o vídeo da entrevista, já iniciada no momento que Luana faz a pergunta.

Fabrício: A poesia não é um talento. É uma insuficiência. É uma falta. Pode ser um maldição.

Eu falo que assim que tu ter um relacionamento com a poesia pode ser um problema na hora que tu se separa, porque um vaso não é um vaso, uma vassoura não é uma vassoura.

Tem pessoas funcionais, tem pessoas que objetos são funções, não significados emocionais. Pra mim tudo é significado emocional. Então se tu se separa, por exemplo, tu tem muito mais saudade do que memória. Então o chinelo não é mais um chinelo. O chinelo é o encosto da porta pra não fechar com o vento. Arrumar a cama não é mais arrumar a cama. arrumar a cama é lembrar que os pés delas ficavam sufocados e que tu não pode prender o lençol no colchão. O banco da cozinha preto não é mais o banco da cozinha preto. É um mirante aonde ela ficava próxima da janela pra poder fumar.

Luana: Que coisa linda Fabrício.

Fabrício: É horrível também, porque é muito melhor tu ser funcional, porque funcional tu pode se despedir. Quem é funcional: alegria é rir, tristeza é chorar, sono é bocejar e se separar é não dar certo. E quem não é, quem é poético, rir pode acontecer dentro de um choro, o choro pode acontecer dentro da felicidade, e nunca vai se separar porque tu criou todo um idioma pra uma pessoa.

 

 

 

Publicado em Compartilhando, Diário, Escrevendo, Lendo e Escrevendo, Pensando e Escrevendo, Sentindo e Escrevendo, Vendo e Compartilhando

E agora, quem poderá nos defender?

Chespirito03

 

 

Eu tentei escrever, mas não consegui. Não hoje, não agora.
Mas eu não poderia deixar de homenagear Roberto Gómez Bolaños. Eu nem conseguiria dormir se não o fizesse.
Então, deixo aqui um pequeno pedaço da maravilhosa letra e o vídeo do Javipior, com a homenagem que fizeram a ele a mais de 2 anos, mas que é, agora mais do que nunca, atemporal.

‪#‎EagoraQuemPoderáNosDefender‬

 

 

 

Se quer falar de mim pensa no Chaplin, com som, cor e um cenário ruim.
A gente joga a letra O e eu chamo o Chapolin.
Eu faço o melhor do início ao fim.
Porque isso aqui não é novela, isso aqui não é BBB,
é humor de qualidade todo dia pra você.
Não interessa a sua idade você vai entender
quando eu tiver um piripaqui você vai rir, você vai saber
que eu pertenço à um grupo de poucos,
uns me chamam de gênio, outros de louco.
Uma estrutura tão sólida que sobrevive até o tempo.
É muita barriga senhor talento.

Publicado em Compartilhando, Escrevendo, Pensando e Escrevendo, Sentindo e Escrevendo, Vendo e Compartilhando, Vendo e Escrevendo

Massacre de Ponte Llaguno Brasileiro

A manipulação da mídia de uma imagem que diziam ser de um chavista começando a atirar era mentirosa, e foi reproduzida milhões de vezes na televisão, e essa foi a principal base para o golpe ao Chavez em 2002.

Com o documentário “Ponte Llaguno – As chaves de um massacre” mostra claramente que o começo é muito semelhante com o que anda acontecendo aqui no Brasil.

A mídia/governo vai manipular agressões e vai instigar a violência, como fez em Caracas.

Se a classe média que esta indo para a rua parar de ver televisão e ESTUDAR, vão perceber que o massacre de Ponte Llaguno esta para acontecer aqui no Brasil.

Parem de ver essa merda de televisão e acreditar nessas manipulações de massa ignorante e ESTUDEM! Parem de acreditar em um jornalismo manipulador. Parem de fingir desconforto com algo que vocês até ontem nem sabiam o que era. Parem de lutar evasivamente. Parem de brincar de War. Isso é vida real!

Quer de fato mudar esse sistema político corrupto? Ensinem o povão, aquele que vocês pararam no trânsito e que tentam chegar em casa, aquele que acredita na maquiagem carioca e votou no Eduardo Paes, ensinem essas pessoas a votarem.

Se isso não ocorrer, o massacre de Ponte Llaguno brasileiro vai ser transmitido ao vivo pela mídia.

Eu só espero que eu esteja errada.

Publicado em Compartilhando, Escrevendo, Pensando e Escrevendo, Vendo e Compartilhando, Vendo e Escrevendo

Fotografando o Capitalismo

A fotografia que simboliza o capitalismo.

1044845_10151700211964248_29345300_n
Foto: Sergio Moraes/Reuters

Analisando essa cadeia hereditária
Quero me livrar dessa situação precária
Onde o rico cada vez fica mais rico e o pobre cada vez fica mais pobre

E o motivo todo mundo já conhece,
E que o de cima sobe e o de baixo desce

Mas eu só quero
Educar meus filhos
Tornar um cidadão
Com muita dignidade
Eu quero viver bem
Quero me alimentar
Com a grana que eu ganho
Não dá nem pra melar

E o motivo todo mundo já conhece
É que o de cima sobe e o de baixo desce

Xibom Bombom
(As Meninas)

Publicado em Compartilhando, Diário, Escrevendo, Sentindo e Escrevendo, Vendo e Compartilhando, Vendo e Escrevendo

Homenagem aos Psicólogos

Achei essa pérola de animação no blog do autor de Filho do Freud. Me emocionei por demais.

E essa vai em homenagem a todos os psicólogos, aos reorganizadores de nossa alma.

Com carinho para Sonia Haussmann Noya, que tanto me ajudou e que é um ícone até hoje para mim.

E para Camila, minha atual analista, que tem me ajudado a fazer uma reconstrução mental maravilhosa. Dolorosa, mas necessária.

Publicado em Compartilhando, Escrevendo, Vendo e Compartilhando, Vendo e Escrevendo

Discovery Civilization – Grandes Livros – Alice no País das Maravilhas

Um dos programas da Discovery Civilization é uma série chamada “Grandes Livros”. É uma análise detalhada de livros famosos. Achei sem querer no YouTube o episódio de “Alice no País das Maravilhas”.
Conta de onde e porque Charles Lutwidge Dodgson escreveu o livro, como foi feita, as cartas, seu fascínio para com as crianças (somente meninas).
Para quem gosta do livro e quer tentar entender o que se passava na cabeça do autor, vale muito a pena.

Apesar de que eu já sabia 60% do que foi dito, eu gostei muito! Foi contado coisas ali que eu não fazia ideia. Por exemplo: que no livro “Alice Através do Espelho e O Que Ela Encontrou Por Lá”, Charles pintou seu auto retrato no Cavaleiro Branco. Me arrepiei quando foi mostrado isso.

Bom, a quem interessar, esta aqui completo.

Publicado em Compartilhando, Lendo e Compartilhando, Vendo e Compartilhando

Ética por Mário Sérgio Cortella

A ética é o conjunto de valores e princípios que utilizamos para responder a três grandes questões da vida: Quero? Devo? Posso?

Tem coisas que eu quero, mas não devo. Tem coisas que eu devo, mas não posso. Tem coisas que eu posso, mas não quero.

Você tem paz de espírito quando aquilo que você quer é o que você pode e é o que você deve.

Publicado em Compartilhando, Escrevendo, Vendo e Compartilhando, Vendo e Escrevendo

Esperança na Educação

Jair Oliveira recebeu uma carta de uma escola municipal de Salvador, aonde os alunos fizeram um trabalho sobre compositores, e o escolhido foi o queridíssimo Jair Oliveira. E faço das palavras de Jair as minhas:  

Muito legal saber que no Brasil apesar das dificuldades do professor em realizar o seu trabalho, das dificuldades do dia dia, das dificuldades financeiras, dificuldades de estrutura, enfim, tantas dificuldades que a gente sabe que elas existem e atrapalham o nosso sistema educacional, muitos professores acabam se sobressaindo, porque vão buscar energia lá dentro do coração e acabam passando isso para seus alunos e isso é memorável, louvável.

Publicado em Compartilhando, Escrevendo, Vendo e Compartilhando, Vendo e Escrevendo

O Quinto Mandamento

Acabei de assistir um dos filmes mais espetaculares que já vi. Coloco na minha lista de top 10 da categoria.
O Quinto Mandamento é um filme Mexicano, escrito e dirigido por Rafael Lara.
O filme mostra psicologicamente como potencializar o lado ruim de alguém mesmo acreditando estar fazendo o bem. O filme fala de fé, família, as milhares de formas de interpretação e o poder negativo do fanatismo religioso. O filme coloca de um forma espetacular o quanto o certo e o errado é relativo.

Recomendo.

Deixo aqui o pedido de perdão de Victor:

Peço o perdão das famílias das garotas que morreram pelas mãos dos meus demônios.
E digo para que não se preocupem, elas estão no céu gozando da vida eterna.
As outras levarão uma vida normal, enfrentando outros perigos, novas tentações…
Mas não meus demônios.
Muitos outros irão pecar, porque o pecado é relativo. E porque também é um modo de crescer, de aprender e de se conhecer.
Alguns farão o trabalho que poucos podem ou irão fazer. Estes honrarão suas promessas de servirem a Deus.
Outros trairão a confiança neles depositada. Pagarão com moeda falsa o que a Vida lhes ofereceu.

Perdoa-me.

Finalmente, alguns tentarão curar seu passado, lutando para não se converterem em errantes em um mar de solidão.
Mas todos farão isso porque estarão vivos e eu não.
Por haVer escutado os demônios da solidão e do desespero.
Por não ter me arrependido a tempo…
Por ter ignorado o Quinto Mandamento.

Publicado em Escrevendo, Pronto, falei!, Vendo e Compartilhando, Vendo e Escrevendo

Pronto, falei! – 08

Rafinha Bastos disse no seu DVD:

“Eu fui afastado porque fiz uma piada. É verdade. Um comediante fez uma piada!
É tipo você é contador ser demitido porque fez uma conta.”

Não Rafael, é como um contator ser demitido por ter feito uma conta errada.

Publicado em Compartilhando, Fica a dica, Vendo e Compartilhando

O ser humano e a sua simplicidade perante o Universo

Mario Sergio Cortella fala sobre o que é o ser humano e a sua simplicidade perante o universo. São 10 minutos que você irá ganhar em sua vida.
Indicação da irmã escolhida uns muitos meses atras. 

Quem sou eu pra achar que o único modo de fazer as coisas é como eu faço?
Quem sou eu pra achar que a única coisa que é adequada é a que eu tenho?
Quem sou eu pra achar que o único lugar bom pra nascer foi onde eu nasci?
Quem sou eu pra achar que o sotaque correto é o que eu uso?
Quem sou eu pra achar que a única religião certa é a que eu pratico?
Quem sou eu? Quem és tu ?

Tu és o vice-treco do sub-troço!

 

Publicado em Compartilhando, Vendo e Compartilhando

Estamos indo bem

‎”Eu acho que estamos indo muito bem. Só que quando vemos notícias na TV ou em algum programa de entretenimento, é sobre os conflitos entre as pessoas condensados juntos de maneira mais excitante possível, e vocês estão imaginando que o mundo é este explosivo lugar horroroso. E as notícias são toda esta negatividade condensada. E sabem, isso não representa realmente o que o mundo é nem o que o mundo quer.”

(Jim Carrey)

 

Publicado em Compartilhando, Diário, Escrevendo, Filmes, Pensando e Escrevendo, Sentindo e Escrevendo, Vendo e Compartilhando, Vendo e Escrevendo

Michael Jackson – A Vida de um Ícone

‘Michael Jackson – A Vida de um Ícone’ é um documentário além do que a mídia prefere mostrar.

Eu como eterna fã de Michael, não poderia deixar de assistir esse belíssimo documentário dirigido por Andrew Eastel e David Gest.
Ele reúne pessoas próximas de Michael, contando cronologicamente sua trajetória até sua morte. Fala de Michael pessoa, ser humano, que vai muito, mas muito além do Rei do Pop.

Para quem é fã, recomendo. Para quem não é, vai começar a ser depois de ver.

Parabéns Andrew Eastel e David Gest. Esplêndido documentário!

 

Download em rmvb: http://www.megaupload.com/?d=CKYVSPQT

Trailer: